sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Adoro este poema..


Só tu
De todos que me beijaram
de todos que me abraçaram,
já não me lembro, nem sei!
São tantos os que me amaram,
são tantos os que amei!
Mas tu (que rude contraste),
tu - que jamais me beijaste,
tu - que jamais abracei,
só tu nesta alma ficaste
de todos os que amei!

P.S - Quase de volta :)

6 comentários:

AVOGI disse...

realmente é lindo de verdade. contrastes da vida é como o disco quem eu quero não me quer...bom fim de semana

Merenwen disse...

A primeira vez que o ouvi foi numa novela brasileira, curiosamente. E também gosto muito!

Sabor a Mim disse...

Olá Kat... óh milher que andei á tua procura e não sabia que tinhas mudado o blog...

Beijocas :-)

Bloguótico disse...

Faz sentido gostares tanto do poema! :D

شكرًا على حسن انتباهكم disse...

O passado é história, o futuro é mistério, o hoje é uma dávida

DÁDIVA??? ou dá vida

por isso se chama presente”

شكرًا على حسن انتباهكم disse...

o david luiz é giro...e peludo